Blog: Negócios

7 dicas para descrever seu produto e aumentar as vendas do seu E-commerce!
e-max.it, posizionamento sui motori

Já parou pra pensar como o seu cliente compra seu produto? Como ele entra na página do produto, como ele observa as imagens, como ele lê as descrições, como ele analisa as avaliações.

Se a resposta para a pergunta anterior for não, então sinto lhe dizer mas você deixou de faturar um bom dinheiro.

A otimização de uma página de produto faz com que a taxa de rejeição (quando seu cliente entra na página e não faz nada) e a taxa de abandono de carrinhos (quando seu cliente coloca o produto no carrinho mas desiste logo em seguida) caiam de forma considerável.

Segundo pesquisas da E-commerce Radar, no Brasil 82,3% dos carinhos são abandonados no Brasil. Entre os motivos que fazem um consumidor desistir do processo de compra estão:

  • Valores absurdos de frete
  • Checkout longo e confuso
  • Poucas formas de Pagamento
  • Sites com experiência do usuário sofrível
  • Descrição de produto não otimizada
  • Falta de atendimento na hora

A boa notícia é que criar uma descrição de produtos irresistível não é algo tão difícil de ser feito.

Se você deseja aumentar sua taxa de conversão e seu faturamento acompanha agora essas dez dicas:

Sumário

1 - Conheça o seu público

A descrição do seu produto deve ganhar o cliente pela maneira como ela é escrita. Por isso analisar como o seu público se expressa na vida real e na digital é essencial para que ele se identifique.

Se você ainda não conhece o perfil de quem compra de você, não conhece suas dores e suas expectativas, então é hora de parar e descobrir.

Existem alguns métodos que eu recomendo para descobrir quem é a sua Buyer Persona, que nada mais é que um personagem fictício do seu cliente ideal.

Método 1 - Proto Persona

A Proto Persona é um método rápido e muito barato para descobrir o perfil de cliente da sua loja virtual.

O método consiste em analisar características de seus compradores como idade, sexo, local de residência, escolaridade, profissão e a partir daí criar um personagem a partir dessas informações.

O ponto fraco desse método é que ele pode ser afetado por achismos e preconceitos, pois não são baseados em pesquisas ou entrevistas.

Para criar uma Proto Persona você pode usar o criador de Persona da Rock Content. Veja como ficou a nossa utilizando a ferramenta.

7 dicas para descrever seu produto e aumentar as vendas do seu e commerce protopersona

Você pode criar mais de uma, mas não recomendo criar muitas, pois o foco é descobrir seu cliente ideal, e não todos aqueles que compraram algum dia na sua loja.

Método 2 - Pesquisa Etnográfica Digital

A pesquisa etnográfica também é um método de baixo custo, porém leva-se mais tempo para fazer.

Para realizá-la você pesquisará por perfis de clientes nas redes sociais e observar como eles se expressam, páginas que curtem, assuntos que engajam, desabafos, etc.

Após analisar pelo menos 20 perfis, você possuirá um bom material para criar a sua persona com mais propriedade.

Esse método é excelente para você que está iniciando uma loja virtual e ainda não possui clientes.

Método 3 - Questionário

Um questionário é uma das formas mais seguras para se acertar na Persona, porém conta com um fator complicado: o interesse dos seus clientes em respondê-lo.

Para contornar isso você pode oferecer algum benefício que não pese para sua loja, como um cupom de desconto, frete grátis na próxima compra ou o sorteio de um produto.

Veja agora sobre o que você pode perguntar em um questionário de geração de Persona.

  • Idade
  • Sexo
  • Renda Mensal
  • Profissão
  • Local onde mora
  • Hobbies
  • Objetivo de vida
  • Objetivo de carreira

O importante aqui é fazer apenas perguntas que sejam relevantes para sua loja virtual, para que seu questionário não fique muito longo e seu cliente não desista de respondê-lo.

Com a sua persona definida fica muito mais fácil saber como se relacionar com ela.

2 - Pesquise por palavras-chaves magnéticas

As palavras-chaves da sua descrição de produtos são muito importantes para que a página esteja na primeira página do Google e do Google Shopping.

Para fazer uma boa pesquisa de palavras-chaves você pode utilizar ferramentas como o Ubersuggest.

O Ubersuggest revela quais palavras-chaves são mais buscadas e sugere long tail keywords (palavras-chaves mais longas) e com menor concorrência.

Para usar a ferramenta coloque o nome do seu produto no campo de busca, selecione o idioma Potuguese/Brazil e clique em buscar.

7 dicas para descrever seu produto e aumentar as vendas do seu e commerce ubersuggest1

Depois da pesquisa, vá no menu lateral esquerdo e clique em ideias de palavras chaves.

7 dicas para descrever seu produto e aumentar as vendas do seu e commerce ubersuggest2

Busque por palavras-chaves com alto volume e baixo SEO Dificulty (baixa competição orgânica no Google).

7 dicas para descrever seu produto e aumentar as vendas do seu e commerce ubersuggest3

Para não se afogar no mar de sugestões do Ubersuggest utilize os filtros para selecionar apenas as palavras-chaves que fazem sentido para você e as com baixo SEO Dificulty.

Nós da VR SYS Agência Digital preparamos uma planilha para te auxiliar no processo de pesquisa de palavras-chaves. 😉

3 - Use imagens atrativas e de qualidade

A primeira coisa que alguém verá na sua página de produto é a fotografia dele (ou, pelo menos, deveria ser).

Por isso utilizar imagens de alta qualidade são essenciais para seduzir seu cliente e converter a compra.

Para tirar fotos dos seus produtos eu recomendo a contratação de um fotógrafo ou estúdio fotográfico para garantia de um serviço de qualidade.

Agora se você não possui a verba para isso, gostaria de dizer que é possível sim tirar fotos de qualidade para sua loja virtual.

Para isso você deve possuir os seguintes equipamentos

Câmera fotográfica

Os preços de câmeras fotográficas digitais estão baixando com o passar do tempo.

Com elas você poderá tirar fotos de qualidade com muita facilidade sem ter que aderir a programas de edição de imagem.

Caso você não queira comprar uma câmera, é possível utilizar seu celular se a câmera do mesmo for boa.

O problema de tirar fotos com o celular, é que ele não oferece controles de diafragma (entrada de luz) e obturador (velocidade de “batida” da foto)

Veja a diferença que uma mesma foto pode ter com uma câmera fotográfica

7 dicas para descrever seu produto e aumentar as vendas do seu e commerce fotos diferentes1

Isso significa que se optar pelo celular, você dependerá muito da iluminação e de programas de edição de imagem.

Iluminação

A iluminação é o fator mais importante da fotografia, inclusive mais importante que a câmera.

A luz natural de um dia ensolarado é a mais recomendada para tirar fotos e o horário também influencia na iluminação.

7 dicas para descrever seu produto e aumentar as vendas do seu e commerce fotos diferentes2

O melhor horário para tirar fotos de produtos é quando o sol estiver bem forte na janela que será utilizada para iluminação. Se você for bater fotos ao ar livre evite os horários próximos ao meio dia. Isso por que elas não geram sombras muito longas e ainda por cima escurecem a região dos olhos.

Agora se você quiser algo mais profissional existem alguns equipamentos interessantes que você pode comprar ou até mesmo fazer em casa.

Um deles é o miniestúdio fotográfico que é uma mão na roda para quem não quer perder tempo estudando iluminação e precisa de fotos de qualidade.

7 dicas para descrever seu produto e aumentar as vendas do seu e commerce miniestudio

Programas de Edição de Imagem

Pode ser que suas imagens precisem de retoque e um programa de edição de imagem pode salvar sua vida nesse momento.

O famoso Photoshop é o melhor programa de edição de imagens, inclusive é o que eu uso. Agora se você quer um software grátis o gimp é uma opção. Não é excelente como o Photoshop mas quebra o galho.

Existem diversos canais de Youtube e sites que ensinam tutoriais de edição de imagens e você pode usá-los para dar um tapa nas suas fotos.

Um ponto importante a ser lembrado é que as imagens para o seu site devem ocupar pouco espaço de memória. Colocar imagens com dimensões muito altas pode deixar seu site lento e espantar seu cliente.

Sempre salve suas imagens .jpeg pois é o formato que mais reduz o tamanho das fotos.

4 - Utilize o poder do Storytelling

Tudo fica mais fácil de ser entendido quando colocado dentro de uma história. Era assim que Jesus ensinava as pessoas mais simples, que não eram alfabetizadas e não entendiam as escrituras religiosas.

Em vez de simplesmente colocar os benefícios e características do produto, conte uma história sobre ele. Veja algumas ideias do que você pode abordar na história.

  • Como foi produzido?
  • De onde ele é?
  • Para quem se destina?
  • Em que ocasião pode ser usado?
  • O que ele representa?

Agora veja um exemplo de como o Storytelling foi aplicado nesse texto descritivo de uma camiseta da Chico Rei.

7 dicas para descrever seu produto e aumentar as vendas do seu e commerce descricao chico rei

Viu como o Storytelling agrega valor ao seu produto. Uma camiseta da personagem Mônica também é um símbolo da resistência das mulheres contra o machismo.

Tome cuidado com erros de português e certifique-se que a linguagem utilizada na história seja adequada ao seu público.

5 - Benefícios antes, Características depois

Esse ponto gera bastante polêmica e vou explicar o por quê. Muitos acreditam que o que faz um produto ser vendido são suas características, porém não é bem assim.

O que faz um produto ser comprado é a capacidade que ele tem de resolver um problema.

Você já deve ter ouvido a clássica história da caneta na entrevista de emprego. Caso não tenha ouvido irei lhe contar agora.

Num entrevista de emprego, o entrevistador dá a caneta a vários candidatos e pedem que tentem lhe vender essa caneta. Então vários candidatos apresentam a caneta dizendo que ela possui 6 meses de vida útil, que é o melhor custo/benefício do mercado, que a tinta é de altíssima qualidade. Porém o último candidato fez diferente. Ele falou sobre como histórias incríveis poderiam ser escritas com aquela caneta, sobre como poderia ser usada por um poeta para se declarar para sua amada e ainda ser usada para assinar uma declaração de paz.

Vocês já devem imaginar quem foi contratado, não é mesmo? Essa história mostra como as pessoas se importam mais com o que podem fazer com o produto do que as características dele.

É óbvio que isso não significa que as pessoas não se importam com as características dos produtos.

As características são importantes porque elas determinam o desempenho do produto para resolver o problema do cliente.

Por exemplo, um carro 1.0 é muito mais econômico que um 2.0. Ambos resolvem o problema de andar a pé, porém o carro 1.0 faz com que o consumidor gaste menos dinheiro com combustível.

6 - Menos adjetivos, mais verbos

Pode ser que você esteja se perguntando agora “mas o adjetivo não fala justamente das qualidades dos produtos?” A resposta pra essa pergunta é sim.

Porém, lembre-se do que foi dito no tópico anterior, benefícios antes e características depois.

O problema de escrever uma descrição com muitos adjetivos é que foca-se muito nas qualidades do produto (adjetivos) e pouco na ação de resolver os problemas (verbos).

Veja os exemplos abaixo:

Exemplo 1 - O tênis da Nike possui amortecedores supermacios, perfeitos para academia ou caminhada.

Contagem: 1 verbo e 2 adjetivos

Exemplo 2 - O tênis da Nike possui amortecedores supermacios que amenizam o impacto ao caminhar ou se exercitar.

Contagem: 4 verbos e 1 adjetivo

Percebeu como o exemplo 2 é mais focado nos benefícios do que nas características do produto? Esse é o poder que os verbos dão para uma descrição de produtos!

7 - Crie um senso de urgência e popularidade.

Criar um senso de urgência é muito importante para converter aquele cliente indeciso.
Avisos como “estoque limitado” e “x itens restantes” são excelentes, ainda mais se acompanhados de uma promoção.

Apenas lembre-se de não mentir para seu cliente. É muito comum as lojas dizerem que só há mais um produto no estoque, sendo que não é verdade. Uma hora os clientes descobrem e abandonam a loja.

A popularidade também é importante. Muitos lojistas não disponibilizam a opção de avaliação por medo de relatos negativos, porém isso retira a prova social do seu produto.

Quando um item tem muitas avaliações, mesmo não sendo 5 estrelas, ele passa mais confiança do que aquele item que não tem nenhuma avaliação.

Para mostrar como o seu produto é popular mostre quantas unidades já foram vendidas na descrição. Por exemplo, se mais de 1000 pessoas compraram o produto, escreva que mais de mil pessoas já estão resolvendo seus problemas com seus produtos.

Conclusão

Uma boa descrição de produtos pode fazer sua taxa de abandono de página e carrinho caírem de modo considerável, além de aumentar o número de visitantes na página.

Lembre-se sempre de focar a descrição do produto no problema que o produto resolve e depois nas características dele. Assim você terá uma descrição que fala mais sobre o seu cliente do que sobre seu produto.

Lembre-se as características do produto também são importantes e fotos de alta qualidade podem ser o diferencial para que seu cliente abra sua página de produto.

Caso você se lembre de mais algum ponto que não esteja no texto, compartilhe conosco nos comentários!

Até a próxima!

Abaixo você confere nossa postagem como infográfico.

7 dicas para descrever seu produto e aumentar as vendas do seu e commerce infografico

Gostou desse conteúdo? Ajude-nos compartilhando!


Posts Relacionados:


VR SYS Agência Digital - Todos Direitos Reservados © - 2018