Blog: Negócios

O que é Retargeting e como isso pode ajudar sua Loja Virtual?
e-max.it, posizionamento sui motori

Segundo dados do Comitê Gestor da Internet no Brasil, os brasileiros passam em média 9 horas por dia conectados à rede mundial de computadores.

Enquanto estão conectadas as pessoas fazem de tudo. Mandam mensagens em aplicativos, assistem vídeos, acessam suas redes sociais, e o mais importante: elas compram.

Isso parece ótimo para quem possui loja virtual, certo? Infelizmente não é bem assim.

Como as pessoas visualizam muito conteúdo pela internet, é normal que elas esqueçam fácil o que foi visualizado.

Vamos supor que uma pessoa entre em sua loja virtual para pesquisar por um produto. Ela visualiza as condições de preço e frete e logo em seguida sai do site.

É quase certeza que essa pessoa esquecerá da sua loja e do seu produto e é aqui que entra o retargeting.

O que é Retargeting?

Muitas pessoas dizem que empresas como o Google, Facebook e Instagram conseguem ler nossas mentes.

O motivo pelo qual elas afirmam isso, é porque essas empresas exibem anúncios de produtos os quais estavam pensando naquele exato momento.

É óbvio que a ideia é absurda. O mais provável é que essas pessoas entraram em algum site com o produto e algum tempo depois receberam um anúncio sobre aquele produto.

Como na internet as pessoas esquecem muito rápido daquilo que visualizaram, as pessoas acabam tendo a impressão de que a plataforma leu a mente delas ou tentou adivinhar suas preferências.

Mas na verdade a única coisa que acontece nesses casos é o chamado retargeting.

Como o próprio nome sugere, o retargeting é uma estratégia voltada para atingir pessoas que já tiveram contato com seus produtos e sua marca.

Funciona da seguinte forma:

o que e retargeting e como isso pode ajudar sua loja virtual retargeting

E não para por aí. Depois que o cliente compra de sua loja virtual, você pode e deve manter o retargeting para que ele compre outras vezes, gerando assim a tão cobiçada recorrência.

A tecnologia digital permite que esse processo seja feito de forma automatizada através de cookies e snippets implementados no código do seu site.

Importante lembrar que a partir de 2020 começa a valer a LGPD, a lei geral de proteção de dados.

Para não correr riscos de multas, deixe bem claro nas políticas de privacidade de sua loja virtual que você utiliza cookies e snippets para fazer retargeting.

Retargeting e Remarketing

É provável que você já ouvira o termo remarketing. Apesar de ser parecido com o retargeting, o primeiro é uma estratégia um tanto diferente.

No remarketing o objetivo é reengajar um usuário que entrou para a lista de e-mails de uma empresa porém não demonstrou interesse pelos conteúdos enviados ou ainda não estava no momento certo da compra.

O remarketing é considerado então como uma estratégia de e-mail marketing, voltada para ativar usuários adormecidos.

Vale a pena investir em Retargeting?

Boa parte das pesquisas de e-commerce apontam que a taxa de conversão de uma boa loja virtual gira em torno de 2%.

Ou seja, de cada 100 pessoas que acessam um e-commerce, apenas duas compram algum produto, sendo que esse número pode cair para zero se a loja oferecer uma péssima experiência do usuário.

Isso significa que todos os esforços em marketing, tanto pagos como orgânicos, devem ser considerados para que a loja virtual possa se manter competitiva.

O retargeting é uma estratégia que atua na hora certa com as pessoas certas, visto que ela foca em um perfil que já teve contato com seu produto e marca e está pesquisando pelo melhor custo-benefício na internet.

Ou seja, é uma estratégia que maximiza seu retornos sobre investimento, gastando menos dinheiro e gerando mais resultados.

Formas de fazer Retargeting

Existem diversas formas de aplicar essa estratégia para lojas virtuais e falaremos um pouco delas agora.

  1. Através do Google Ads
  2. Através do Facebook e Instagram
  3. Através do Mailchimp

Retargeting através do Google Ads

Você já parou para pensar como o Google faz dinheiro? Eles conseguem manter uma plataforma de pesquisa disponível em quase todo o mundo e não cobram nada por isso.

A resposta para essa questão são os anúncios pagos contratados por empresas que somam pelo menos 90% dos lucros da gigante tecnológica.

Através do Google Ads, é possível criar anúncios que atingem apenas as pessoas que acessaram seu site, viram algum produto ou abandonaram a compra.

Existem muitos sites, blogs e aplicativos mundo afora que possuem parceria com a Google para mostrar anúncios em suas páginas.

Isso significa que não importa aonde seu cliente estiver, é provável que em algum momento ele receba seu anúncio.

Depois de criar sua conta no Google Ads você precisará adicionar um snippet ao código do seu site. Recomendamos contratar um desenvolvedor ou agência para fazer isso por você caso não tenha conhecimentos de programação.

Essas são as possibilidades com o Google Ads:

  • Remarketing padrão – Exibe anúncios para pessoas que visitaram sua loja virtual através da rede de display do Google, que alcança mais de 3 milhões de sites e aplicativos.
  • Remarketing dinâmico – Funciona de forma parecida com o padrão, porém exibindo produtos específicos que visitantes tiveram contato.
  • Listas de remarketing para anúncios da rede de pesquisa – exibe anúncios para pessoas que visitaram o seu site enquanto elas estão pesquisando sobre o seu produto.
  • Remarketing de Vídeo – exibe anúncios para pessoas que interagiram com seus vídeos do Youtube através da rede de display.
  • Remarketing de lista de clientes – Exibe anúncios para sua lista de contato quando a mesma está logada ao Google. Para isso é necessário subir informações de contato para o Google.

Peraí, o termo correto não era retargeting? Então por que na lista acima as opções estão são chamadas de remarketing?

O Google utiliza o termo remarketing para suas ferramentas de retargeting por algum motivo. Como já foi explicado, os termos se referem a estratégias diferentes.

Para aprender mais sobre essa estratégia focada no Google, é interessante ler os guias que a empresa disponibiliza para entender as particularidades da ferramenta. Comece por aqui.

Retargeting através do Facebook e Instagram

Assim como o Google, a principal receita das redes sociais são os anúncios comprados pelas empresas.

Boa parte das redes sociais possuem sua própria plataforma de anúncios, sendo assim independentes do Google.

No caso do Facebook, é possível fazer anúncios para linha do tempo, Facebook Menssenger, Instagram, Whatsapp e app do Facebook.

Para fazer anúncios para retargeting no Facebook e Instagram é importante primeiro possuir uma página de negócios no Facebook ou no Instagram.

Para acessar o gerenciador de anúncios digite “power editor” na barra de busca do Facebook e acesse a opção Power Editor nos resultados.

Assim como no caso do Google Ads, será necessário instalar um snippet no código do seu site e para isso será necessário conhecimentos de programação.

Nesse caso é o famoso Facebook Pixel.

Caso você queira criar anúncios dinâmicos no Facebook para retargeting, aqueles em que textos, imagens e vídeos podem mudar, é necessário criar um catálogo de produtos.

Para criar um anúncio de Retargeting selecione a meta conversão e depois disso escolha o evento gatilho para os anúncios.

o que e retargeting e como isso pode ajudar sua loja virtual retargeting imagem facebook

Para se familiarizar com o gerenciador de anúncios do Facebook recomendamos nosso guia básico de Facebook Ads.

Antes de investir dinheiro em anúncios de redes sociais é de extrema importância que você defina seu público-alvo e personas para evitar prejuízos.

Retargeting através do Mailchimp

O Mailchimp é a maior ferramenta de e-mail marketing do mundo e conta com um plano gratuito para pequenas empresas.

Através do Mailchimp é possível configurar e-mails automatizados que visam o retargeting de pessoas cadastradas em sua lista de e-mails.

O Mailchimp permite a integração com diversas plataformas de lojas virtuais. Caso a sua plataforma não esteja na lista, será necessário um desenvolvedor para fazer isso de modo manual.

Existem 2 formas de fazer retargeting no Mailchimp: E-mails de Retargeting e E-mails de abandono de carrinho.

o que e retargeting e como isso pode ajudar sua loja virtual imagem mailchimp

Na primeira opção, um e-mail automatizado será enviado quando um contato de sua lista de e-mails visualizar algum produto de sua loja virtual.

Já na segunda opção o e-mail será enviado quando um contato de sua lista adicionar um produto em seu carrinho porém não efetuar a compra.

Além disso também é possível fazer remarketing no Mailchimp, reengajando clientes que perderam interesse ou ainda automatizando processos de sua loja virtual como notificação de compra, agradecimento, newsletters, ofertas especiais, entre outros.

O grande problema do Mailchimp é que no momento ele não está disponível em português, o que faz necessário o domínio de um dos idiomas disponíveis.

Caso você nunca tenha utilizado Mailchimp e deseja aprender mais sobre essa ferramenta, recomendamos nosso guia básico para Mailchimp.

Monitoramento é a chave para um bom retargeting

Monitorar e analisar os resultados das suas campanhas de anúncios é muito importante para gerar insights para melhorar o desempenho.

Porém, convenhamos que a maior parte das ferramentas de análise de resultados de anúncios são muito confusas e visualmente poluídas.

Por isso que é recomendada a definição de KPIs, que são as chamadas métricas chaves de performance.

Um KPI nada mais é que uma métrica que afeta diretamente as suas vendas.

Por exemplo, no Facebook o número de likes em um anúncio não afeta tanto as vendas. Em compensação os cliques no anúncio tem relação direta com o número de vendas.

Nesse caso afirmamos que a taxa de cliques em um anúncio é um KPI, uma métrica chave de performance que deve ser monitorada.

Conclusão

O retargeting é uma ótima estratégia que entrega quase sempre resultados positivos por focar no público e momento certo de compra.

Além disso, a automatização dos processos, faz com que o retargeting seja um processo mais simples do que as pessoas geralmente imaginam.

Essa estratégia também é muito boa para fazer com que as pessoas não esqueçam fácil do seu produto, algo que ocorre com frequência por causa da avalanche de conteúdo na internet.

Abaixo você confere nossa postagem como infográfico.

o que e retargeting e como isso pode ajudar sua loja virtual infografico

Gostou desse conteúdo? Ajude-nos compartilhando!


Posts Relacionados:


VR SYS Agência Digital - Todos Direitos Reservados © - 2019